Hepatites – Tratamento


Abaixo você encontra informações sobre o Tratamento da Hepatite C e como conviver com a doença:


Como conviver com a Hepatite C


A alimentação continuará sendo normal. É conveniente procurar ter uma dieta saudável e balanceada contendo proteínas, açúcares e gorduras em quantidades adequadas. Apenas quando há uma doença mais grave é que o sal, as proteínas e as gorduras serão mais controladas. O álcool deverá ser totalmente suprimido, pois já está plenamente comprovado que a sua associação ao vírus (B ou C) reduz a sobrevida dos pacientes.


Na hepatites crônica, quando totalmente assintomática, não há restrição das atividades, mesmo as esportivas. Apenas quando existe doença mais grave, com o aumento de volume do fígado e baço, como outras evidências de insuficiência hepática, é que o repouso relativo se impõe.


A possibilidade de transmissão sexual é reduzida. Entretanto, o risco de transmissão não é zero. Recomenda-se, portanto, o uso de preservativo principalmente perante a co-infeccção pelo HIV. O portador de infecção pelo vírus C não deve compartilhar lâminas de barbear, escovas de dentes, seringas e agulhas com ninguém. Quanto ao resto: talheres, pratos, copos, toalhas, roupas, não há qualquer problema. A transmissão vertical é reduzida, mas em algumas situações pode ocorrer. As gestantes com Aids transmitem mais freqüentemente o vírus C aos bebês.


A condição de portador de uma infecção pelo vírus da hepatite (B ou C) deverá sempre ser informada aos profissionais de saúde que tratam do paciente. Em primeiro lugar, para que não sejam realizados tratamentos ou procedimentos que possam agravar as lesões hepáticas já existentes. Em segundo lugar, para que o profissional tenha um cuidado redobrado em prevenir acidentes, para não se contaminar. Por fim, para que todo instrumental seja adequadamente esterilizado evitando transmitir o vírus para outros pacientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *